20 julho 2008

O Olho Humano - Camadas da Córnea

Acho que para entendermos as diversas doenças que acometem a Córnea é preciso, antes de tudo, conhecê-la.



Primeiro uma visão geral do olho humano:


A Córnea é constituída de cinco camadas:

- Epitélio


- Membrana de Bowman


- Estroma


- Membrana de Descemet


- Endotélio





O epitélio é a camada da córnea superficial e compõe-se de quatro a seis outras camadas de células. O epitélio apresenta-se com uma superfície lisa e brilhante, o que lhe assegura o seu poder de refração. Seu funcionamento é uma espécie de bloqueio contra perda de líquidos e, conseqüentemente, evita a penetração de microrganismos.

A membrana de Bowman é formada de células do epitélio basal, da lâmina basal, e de fibras do Estroma anterior, a sua espessura é de 8mm a 12mm e sua formação é por fibras de colágeno e proteoglicanas, ela não tem o poder de se regenerar uma vez lesada. Seu diâmetro é de aproximadamente dois terços das fibras de colágeno do Estroma. Sua função baseia-se em manter a integridade e a organização epitelial e manter o Epitélio separado do Estroma.

O Estroma representa aproximadamente 90% da espessura total da córnea e é composto por fibras de colágeno. Sua densidade celular é reduzida, estando os ceratócitos localizados entre as lamelas, os axônios dos nervos e, as células de Schwann. Os ceratócitos são encontrados nos terços anterior e médio do Estroma.

A membrana de Descemet é formada a partir do Endotélio e, funciona como a lâmina basal do mesmo. Revestindo toda a superfície do Estroma, é composta por uma camada anterior (próxima ao Estroma), e por uma camada posterior (próxima ao Endotélio).

Estudos têm demonstrado que a Membrana de Descemet apresenta um espessamento ao longo da vida. Observa-se que embora sua camada anterior não varie significativamente, permanecendo ao redor de 3 mm, sua camada posterior chega a variar de 2 para 10 mm com o passar dos anos.
Por ser formada a partir do Endotélio, a Membrana de Descemet é facilmente regenerada.

O Endotélio é uma camada única de células hexagonais, medindo aproximadamente de 4 a 6 mm de altura e, 20 mm de comprimento, as quais células dispõem-se em um padrão tal que, por sua semelhança, é chamado de mosaico endotelial.
Quando há perda de células endoteliais, as remanescentes "deslizam" em direção à área lesada para ocupá-la, aumentando de tamanho (polimegatismo) e alterando a sua forma (pleomorfismo).
Esse mecanismo é responsável pelo reparo do endotélio, vez que a mitose em células endoteliais adultas é escassa e lenta.
A integridade funcional do endotélio corneano é essencial para que seja mantido o estado de deturgescência e, de transparência da córnea.
Através da transferência ativa de sódio e de potássio, o endotélio transporta água a uma velocidade de 6,5 ml/cm/hora, mantendo um estado de relativa desidratação da córnea. O suprimento de glicose é proveniente do Humor Aquoso, provavelmente por um mecanismo de transferência facilitada. O oxigênio também é proveniente do humor aquoso. É importante enfatizar que o Endotélio é fundamental para manter a transparência e organização das camadas da córnea evitando-se o edema corneano.
Quando do nascimento, a densidade endotelial varia de 3.500 a 4.000 células por milímetro quadrado. Na fase adulta, varia de 1.400 a 2.500 células por milímetro quadrado. O limite mínimo para que o endotélio possa manter a sua função é de 400 a 700 células por milímetro quadrado, quando a partir daí começa a ocorrer edema e conseqüente perda de visão.

5 comentários:

Carlos Vin disse...

Deve ser muito intenso e dificil cuidar e estudar os olhos... Eu tenho sempre o maior receio com coisas que possam afetar os olhos de alguma forma...

Cássia Barbosa disse...

Que maravilha que vc ainda lê meu blog...
Tava me achando tão abandonada, ngm mais comenta...
Achei q ngm mais lia.
Fiquei mt feliz com seu recadinho.

Me add no msn do blog: porta-joias@hotmail.com

Bjos!

Diego Felipe disse...

Que bom ter encontrado o seu blogger, estou fazendo um curso de tec em optica e ele me ajudou muito. Parabens!

Anônimo disse...

Show de bola

Anônimo disse...

oi muito obrigada pela informação que aquie ncontrei publicad no teu site, pois eu estou a acabar o curso de técnica profissional de optica ocular e aqui pude esclarecer algumas das minhas dúvidas. eu gostaria de saber se era possivel esclareceres-me uma dúvida que tenho em relacção ao que são os Efeitos das propriedades biomecânicas da córnea na resposta ortoqueratológica. ana_kitty_16@hotmail.com