18 junho 2008

Depoimento de Maria Estela Pegoraro - pré-transplante


Tenho Ceratocone.
Há 14 anos faço uso de lentes de contato rígidas. Quando descobri que tinha Ceratocone, o médico não soube ou não quis explicar o que eu tinha e disse apenas que meu caso era para transplante.
Entrei em desespero. Comecei a usar óculos, mas não enxergava direito. Troquei de médico e esse me deixou muito mais aliviada.
Tranqüilizou-me, pois falou que, naquele momento, não precisava de transplante e sim usar a lente para corrigir um pouco o Ceratocone.
No início foi complicado usá-la. Sentia, entre outras coisas, muita dor nos olhos e coceira. Mas fui percebendo que eu enxergava melhor com ela e fui me acostumando. Hoje só tiro para dormir.
No começo perdi várias lentes, cheguei a ter 3 pares em casa e ela não é barata, não.

Em 2007 fiquei sabendo que ia ter que fazer o transplante. Era definitivo. A lente não estava mais ajudando no eu caso.
Entrei em desespero, chorei muito. Comecei a pesquisar, a conversar com pessoas que operaram ou iam operar e novamente me tranqüilizei um pouco mais.

No dia 28 de novembro de 2007, fui ao Hospital em Sorocaba e na consulta o médico explicou-me tudo: como era o transplante e as chances que eu tinha de voltar a enxergar sem a lente. Sai de lá muito confiante e animada.
No da 7 de dezembro de 2007, meu nome entrou na lista.
Ai começou a angústia, porque eu achava que ia andar rápido, mas não. Fui viajar durante 15 dias e quando saí eu era o número 628; quando voltei de viagem já era 321. Achei que andaria mais rápido, mas com as festas de fim de ano algumas equipes pararam e a minha foi uma delas. Fiquei 20 dias parada sem a lista andar. Depois veio o carnaval... e, assim, foram 6 meses de espera.

Ontem, dia 17 de junho me ligaram do Grupo BOS.
Faço meu transplante dia 19/06 às 22 h. Estou muito feliz e confiante de que vai dar tudo certo.

Quando estiver melhor, volto para contar o meu pós.

Estela, tenho absoluta certeza de que tudo dará certo. O nervosismo é normal, mas confia em Deus e na equipe médica que estará realizando o teu transplante. Estarei daqui enviando energia positiva.
Boa sorte!

2 comentários:

Paula disse...

Espero que tenha dado tudo certo!

Anônimo disse...

Espero que tenha dado td certo. Eu tb tenho esse problema e não sei nem a quem recorrer, não me adaptei a lentes de contato e tá piorando. Se puder me orientar ou indicar um oftalmo de confiança, agradeço! Meu meial: vanuque@yahoo.com.br, meu nome é Érika.