03 janeiro 2013

Depoimento de João Nelson Ribeiro

O ano de 2012, foi relativamente bem pra mim. Como todo ser humano, tive vitórias e derrotas, o que é perfeitamente normal. Mas, sem sombra de dúvidas tive mais vitórias. 
Logo no segundo mês do ano fiz algo que jamais tinha feito em toda a minha vida: UMA CIRURGIA. E nao foi qualquer cirurgia, e sim um TRANSPLANTE DE CÓRNEA. 
Transplante esse requerido para acabar com o mal chamado de CERATOCONE. Pra se conseguir essa cirurgia, mesmo sendo pelo SUS, tive que vencer muitas barreiras. Ao longo de mais de dois anos permaneci na fila de transplante da Região PE/BA. Sorocaba, importante cidade do interior de São Paulo é referência na América do Sul nesse tipo de procedimento. Já havia ido àquela cidade em Junho de 2011 para fazer uma avaliação de transplante, mas naquela oportunidade, mesmo estando na fila da Região do São Francisco (PE/BA), o médico de Sorocaba não indicou o procedimento. Pediu pra eu retornar com mais ou menos 6 meses. 
Voltei em Janeiro/2012 e GRAÇAS A DEUS fui indicado pra realizar o tx (transplante). Para minha surpresa, 03 dias após a indicação, a equipe do BOS (Banco de Olhos de Sorocaba) me ligou informando que o tão esperado transplante de córnea seria em 08/02/2012. 
Como o meu município não fornece esse tipo de tratamento e o mesmo se recusou a arcar os gastos das viagens a Sorocaba, tive que ajuizar um mandado de segurança para que a justiça ordenasse o município a pagar as despesas. Dois dias após, saiu a tão sonhada liminar que me garantia ir a Sorocaba. E assim foi. 
Viajei, fiz a cirurgia, fiquei 14 dias naquela cidade acompanhado de meu grande amigo Moacir (não era qualquer um que abriria mão de sua vida para acompanhar alguém por tanto tempo). SOU ETERNAMENTE GRATO A ELE. 
Em Março voltei pra revisão. Já em Abril, o município derrubou minha liminar e não fui mais a Sorocaba. 
Corri um risco grande: POR CERCA DE TRÊS MESES SEM IR A QUALQUER OFTALMOLOGISTA, usei por conta própria a medicação que o médico de Sorocaba tinha prescrito, e nas mesmas dosagens. Não me restou alternativa a não ser procurar um oftalmo particular.
Assim estou fazendo. Ganho pouco, mas parte desse pouco é dedicada aos gastos com passagens, consultas, colírios, exames, alimentação e também lente de contato. Estou próximo de completar 11 meses de tx. Não tenho mais pontos, a visão melhorou um pouco, comparada a antes do tx. 
Agradeço primeiramente a Deus por ter dado tudo certo, a Adrianne Lima que passou um dia inteiro no BOS resolvendo coisas minhas, agradeço a meus familiares, amigos, ao advogado que nada cobrou pelo MANDADO DE SEGURANÇA, à Justiça, ao grupo Transplantados de Córnea, que é a casa de todo mundo que tem problemas de visão, especialmente, de córnea.

8 comentários:

Caroline Saldanha disse...

tambem fiz tx e ainda sofro muito com a claridade, quanto tempo mais ou menos pra esse problema acabar, alguem que tenha feito pode ajudar

Caroline Saldanha disse...

tambem fiz tx e ainda sofro muito com a claridade, quanto tempo mais ou menos pra esse problema acabar, alguem que tenha feito pode ajudar

Anônimo disse...

Olá Alice parabéns pelo Blog! Sou de Sáo Paulo e portador de ceratocone no dia 18/01 realizei o transplante de córnea no olho direito no Hospital dos Olhos SP. Trabalho como diretor de franquias de uma rede de fast food e estou nervoso e ansioso a voltar as atividades, um abraço Cury
franqyia@patronipizza.com.br

Francisca Fran disse...

Boa tarde Alice! minha filha tem ceratocone e está na fila de espera. A duvida é; a cirurgia é feito nos dois olhos com intervalo de dias? ou tem que enfrentar a fila de novo pra fazer no outro olho?

Anônimo disse...

Força João !! e que Deus na sua infinita misericórdia cuide de você !

Mon Paris à moi. disse...

Estou bastante ansioso. Tenho edema de córnea e acabo de saber que devo me submeter ao Tx dentro de 4/5 semanas. A angústia tenta tomar conta mas estou lutando...
Francisco

Cláudia Pereira disse...

Alice, deixei um email para si ha uns dias.
Cumprimentos
Cláudia Costa

Cláudia Pereira disse...

Alice, deixei email para si há uns dias..
Cumprimentos
Cláudia Costa